Pular para o conteúdo

Como ter uma mente tranquila

    Você gostaria de ter uma mente tranquila? Sente que está o tempo todo preocupado, com medo, estressado e isso acaba gerando um grande cansaço mental?

    Neste artigo apresento várias dicas retiradas do livro  A mente serena de Gyalwa Dokhampa e que ajudarão você também a ter mais paz, ter uma mente tranquila,

    Se quiser conhecer mais sobre o autor, poderá consultar aqui. Os seus ensinamentos são muito úteis para aqueles que estão em busca de paz e tranquilidade.

    O que é uma mente tranquila?

    Para estudar é importante estar com a mente tranquila. Mas o que isso significa de verdade? A mente tranquila é aquela que está em paz, que não se deixa abalar por eventos ou fatores externos, nem mesmo por pensamentos.

    Essa é uma ideia que está bastante presente nas tradições orientais, especialmente nas práticas de meditação. Quando meditamos, devemos deixar a mente completamente vazia, sem nenhuma interferência.

    Trazendo para o mundo prático, a mente tranquila nada mais é do que a mente sem estresse, sem preocupações, sem expectativas absurdas. É estar bem consigo mesmo, conhecer o lugar onde você estar e saber onde deseja chegar.

    Compreender o funcionamento a mente é a chave para a liberdade

    Esse é um mantra que nos ajuda a entender a mente tranquila: Compreender o funcionamento da mente é a chave para a liberdade, a felicidade, o contentamento e a superação dos desafios.

    Trata-se de uma investigação de dentro para fora. Primeiro conhecemos o funcionamento de nossa mente para depois buscar a felicidade no mundo exterior. E só temos controle verdadeiro sobre a nossa mente.

    Não podemos controlar o clima, a energia e o estado de espírito de outras pessoas, nada disso. Mas podemos controlar os nossos pensamentos, a nossa ansiedade, os nossos desejos e vontades.

    Fazemos muitas perguntas, mas não temos tempo ou paciência por um momento para ouvir ou compreender as respostas. Perguntamos já sabendo a resposta – ou esperando por uma resposta específica.

    É só cuidando bem de nós mesmos que começamos de fato a apreciar e respeitar os outros. Alguns minutos de silêncio e contemplação nos torna mais observadores e apreciadores do que está acontecendo.

    Antes de começar a cuidar dos outros é preciso cuidar de você, da sua saúde, do seu emocional. A empatia e o cuidado com o próximo dependem de uma mudança de hábito, uma mudança de comportamento.

    Se não entendemos o que queremos mudar a mudança nunca vai durar. Nossos pensamentos provocam uma reação em cadeia que leva nossas palavras e enfim nossas ações.

    O poder da mente tranquila

    Ao fazermos uma só coisa de cada vez, mas de forma bem feita, redescobrimos nossos poderes de concentração. É diferente, por exemplo, de fazer diversas coisas ao mesmo tempo, sem sentir uma satisfação verdadeira pelo resultado.

    A mente inquieta se prende a tantos pensamentos e expectativas que se torna opressora. Isso significa que a mente cheia de pensamentos pode gerar um grande dano, oprimindo a nossa essência.

    A meditação pode ajudar a lidar melhor com os seus pensamentos. No entanto, leve em consideração que a meditação é uma ferramenta, você não precisa se apegar a ela. Não dependa da meditação para ter uma mente tranquila.

    A meditação não ajuda a ser uma pessoa melhor, mas melhorar a pessoa que já somos por dentro e por fora. Ou seja, o efeito da meditação dependerá, em grande medida, da pessoa que você já é neste momento.

    Se não observamos nossas emoções elas endurecem e plantam sementes de inquietude e aflição. E são as nossas emoções que determinam quem somos de verdade.

    Siga esses três princípios:

    • Presença mental
    • Consciência sempre desperta
    • Espaço.

    Esses são os três elementos que orientam a nossa existência.

    10 Hábitos diários para ter uma mente tranquila

    Uma  mente tranquila precisa da disciplina. Isso significa que para alcançar um nível adequado de tranquilidade é preciso rever hábitos.

    Existem alguns hábitos que são positivos e saudáveis, como o de estudar, de comer bem, de fazer exercícios. Outros hábitos, por sua vez, podem ser nocivos, como o hábito de dormir muito, de procrastinar.

    1 – Consciência do corpo e da respiração é o primeiro passo

    Se sentimos que nosso corpo está tendo é provável que nossa mente também. Praticar exercício de respiração consciente.

    Na meditação, ela é um dos passos para uma mentalidade positiva, uma mente vazia.

    2 – Escolher bem as palavras

    mente tranquila buda

    Como o Buda diz:

    “Uma só palavra que traga paz é melhor que mil palavras vãs”.

    Estar com a mente tranquila nem sempre é algo individual. O que as outras pessoas falam, o que elas pensam e o que elas deixam transparecer pode nos afetar.

    Por isso mesmo é preciso estar sempre tranquilo e evitar falar de forma inecessária. Escolha uma palavra de paz, ao contrário de usar mil palavras que não trarão nenhuma tranquilidade para o seu dia.

    3 – O dom do silêncio

    Se formos capazes de ficar em silêncio uma hora por dia, começaremos a desenvolver o discernimento e a mente serena. O silêncio é um dos elementos essenciais da meditação.

    É preciso estar em silêncio por algum momento, para sermos capazes de escutar nada além da nossa consciência. O silêncio é muitas vezes libertador e muitas vezes nos apresenta as respostas para as nossas perguntas mais íntimas.

    4 – Leia, olhe e ouça

    Quando estamos muito ocupados, descobrimos que passamos tempo demais sem ler, ouvir música ou sem apreciar arte e cultura. Essas são algumas das atividades mais confortantes do mundo.

    Quantas vezes você ficou em paz ao escutar uma música ou ler um bom livro?

    Somos tomados por uma sensação de tranquilidade, de serenidade, de felicidade. Existem atividades simples, como observar o mundo ao nosso redor, que nos trazem paz.

    5 – Agradeça

    Ao agradecermos tudo o que é bom em nossa vida, descobriremos que nosso amor e nossa compaixão se multiplicam.

    A gratidão torna o cérebro mais saudável, o que já foi comprovado como verdadeiro por muitas pesquisas ao redor do mundo.

    Dessa forma, a gratidão não é apenas uma moda, é um estilo de vida. Quando somos gratos conseguimos coisas boas em recompensa, mesmo que o objetivo da gratidão seja justamente não pedir nada em troca, só agradecer.

    6 – Mude um hábito

    Na vida cotidiana as pessoas têm muitos hábitos arraigados que são inócuos, mas que encorajam a mente a fazer o máximo possível de forma automática. E nunca é tarde para passar por uma mudança de hábitos e ter mais consciência de si.

    Graças à plasticidade, a mente pode se transformar de forma completa. Mesmo pessoas mais velhas podem romper com velhos hábitos e incorporar novos, mais saudáveis e úteis para os seus objetivos.

    7 – O que ocorreu bem hoje?

    Por que não passar algum tempo percebendo o que deu certo no dia de hoje? Coloque as preocupações de lado em relação às tarefas que ainda não foram terminadas e fique tranquilo a respeito do que foi feito.

    Ao contrário de se lamentar por todas as atividades que não foram realizadas, pelas metas que não foram alcançadas e pelas coisas que deram errado, comece a olhar para as tarefas que foram feitas e para o que foi conquistado.

    Se você tinha uma lista com dez tarefas e foi capaz de concretizar seis, já terá sido uma grande vitória. No dia seguinte você pode buscar melhorar e fazer todas as atividades que ficaram pendentes.

    8 – Faça o seu melhor

    Fazer as tarefas da melhor forma possível é um hábito diário que devemos cultivar. Ter um motivo claro para as tarefas que realiza contribui para a motivação e consequente traz mais satisfação.

    Não confunda fazer o melhor de si com o ser perfeito. Todos nós somos humanos e estamos sujeitos a falhas, a erros e a hábitos que são ruins.

    Fazer o melhor de si significa estar sempre buscando a superação. Você precisa se superar, chegar sempre um pouco mais longe e aumentar os seus objetivos.

    Quando fazemos o melhor de nós, somos tomados por uma grande tranquilidade. Sentimos uma realização, por ver que nosso esforço está sendo recompensado, ainda que aos poucos. Dessa forma você conseguirá conquistar o sucesso que deseja em todas as áreas da sua vida.

    9 – Coma bem

    Muitas pessoas almoçam em suas mesas de trabalho, em pé na cozinha ou até mesmo caminhando na rua. Esses são hábitos muito nocivos, pois a saúde física é tão importante quanto a saúde mental.

    Você não poderá ter uma mente tranquila se o seu corpo não estiver bem. Reserve um tempo para as suas refeições. Sente-se em um lugar confortável e foque naquele momento.

    10 – Faça uma caminhada

    Mesmo que leve muitos pensamentos, neste momento, faça um esforço de não pensar em preocupações durante a caminhada. Deixe a energia que fluir pelo seu corpo e o ritmo do movimento nos ajudarão a acalmar a mente.

    A caminhada ajuda o corpo e a alma. Ela fortalece os seus músculos e ajuda a sua mente a ficar no momento presente. Caminhe sem pensar em nada, nem nos estudos, nem no trabalho, apenas caminhe. Além disso a caminhada ajudará você a ter mais disposição todos os dias.

    Conclusão

    Neste artigo falamos sobre a importância da mente tranquila e apresentamos algumas dicas que vão ajudar você a conquistar um nível superior de paz e tranquilidade no seu dia a dia.

    A partir de agora você precisa colocar em prática todos estes ensinamentos para ter melhores resultados e desenvolver uma mente serena.

    1 comentário em “Como ter uma mente tranquila”

    1. Preciso ser mais tranquilo(muitos dizem que já sou, mas tem momentos que eu fico ansioso à toa. Começo tremer, cabelo pinica etc.

      Esse artigo me mostrou quec não podemos controlar os eventos externos, mas podemos controlar nossas reações e/ou ações quando formos confrontados por esses eventos externos. Muito obrigado!

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.