Pular para o conteúdo

5 dicas para aprender rápido qualquer conteúdo

Você está precisando aprender rápido?

Nem sempre temos tempo suficiente para estudar todo o conteúdo, especialmente quando o conteúdo é longo e nos sentimos lentos.

Mas não se preocupe, todo mundo pode passar por alguma dificuldade na hora dos estudos. A velocidade com que aprendemos depende muito da forma como estudamos, da nossa rotina e dos nossos hábitos.

Pensando nisso, separei nesse artigo algumas dicas poderosas para aprender rápido.

Vou mostrar em cinco estratégias como você pode se tornar um estudante mais eficiente, aprendendo rapidamente qualquer assunto.

O que significa aprender rápido?

Antes de passaras dicas para aprender rápido, vale a pena ter em mente o que isso significa. Aprender é ter conhecimento e saber aplicar isso de alguma maneira, concorda?

Por isso mesmo, nem sempre aprendemos algo quando escutamos ou lemos. Você mesmo já deve ter passado por alguma situação de escutar ou ler diversas informações, mas depois não conseguir falar nada a respeito.

Isso acontece pelo fato de que o aprendizado depende muito mais do que da escuta. Precisamos não apenas escutar, mas também interpretar e memorizar as informações. Só assim conseguimos aprender de verdade.

Além disso…

Aprender rápido não é algo padronizado, talvez para você hoje aprender rápido seja conseguir ler um livro em 30 dias, para outra pessoa pode ser responder questões com mais velocidade.

Portanto…

A rapidez da aprendizagem está ligado ao seus objetivos e também em que nível de aprendizagem se encontra.

1. Use mais a sua memória para aprender rápido

Ao contrário de apenas copiar aquilo que está sendo ensinado, busque usar a sua memória. Preste atenção ao conteúdo e depois escreva aquilo que você conseguir lembrar a respeito do assunto.

Copiar é bom, escrever é bom, mas usar a memória é melhor ainda. Muitas vezes os alunos querem aprender rápido, sem se esforçar para alcançar esse objetivo.

O cérebro humano é capaz de aprender várias informações de uma só vez, mas ele precisa ser estimulado.

Dessa forma, se o seu objetivo é aprender de forma acelerada, está na hora de treinar a sua memória.

Durante os estudos, seja sozinho ou seja em uma sala de aula, busque fazer mais do que apenas ler o que está no quadro, no livro, na apostila, no PDF ou onde quer que seja.

Pare para analisar o que está sendo estudado. Busque entender o conteúdo, ao contrário de apenas passar o olho sobre ele. O cérebro funciona muito melhor quando recebe provocações e estímulos.

2. Pratique bastante com atividades e exercícios

Lembra quando falamos acima sobre a importância de praticar a sua memória? Esse é um dos segredos para aprender rápido. E para a memorização, nada melhor do que o treinamento com exercícios e atividades que sejam relacionadas ao tema estudado.

As atividades ajudam muito na memorização, pois elas nos obrigam a lembrar o que foi estudado. Ao realizar uma atividade, você estará forçando o seu cérebro a aprender o conteúdo, o que acelera também seu raciocínio.

Por exemplo…

Depois de passar uma hora inteira lendo algo novo, faça algumas atividades práticas para verificar o seu progresso. É durante o treino que conseguimos ter uma ideia mais clara do nosso nível de aprendizado.

Mas não se preocupe se você não conseguir fazer todas as atividades e exercícios de primeira. É justamente por meio do treino que nos tornamos mais rápidos e mais eficientes em determinada matéria.

Além de ser uma técnica muito interessante para o aprendizado, fazer atividades físicas e exercícios é uma ótima forma de treinar para o grande dia. Assim, quando você estiver fazendo a sua prova, terá um controle muito maior do tempo e ansiedade, por exemplo.

3. Esteja sempre concentrado nos estudos

Não pense em outras coisas enquanto estiver estudando, caso contrário você não será capaz de aprender de forma eficiente. Para aprender rápido é importante focar completamente nos estudos.

Se você começar a estudar e fazer outras tarefas ao mesmo tempo, você não conseguirá guardar nenhuma informação. Tente estudar ao mesmo tempo em que assiste a televisão, por exemplo. É simplesmente impossível.

A concentração depende do estabelecimento de metas e objetivos.

Se você estabeleceu que vai estudar na parte da manhã, esse período deve ser destinado exclusivamente para os estudos.

As únicas distrações que você pode ter nesse momento são as pausas para o descanso e para a alimentação, que são importantes para uma boa rotina de estudos. Toda e qualquer outra distração deve ser eliminada.

Quais são as distrações que podem existir?

A lista é grande e você com certeza conhece alguma delas. Pessoas transitando pela casa, notificações do celular, chamadas telefônicas, televisão, rádio e similares. Escrevi um artigo com as 10 piores distrações que recomendo a leitura!

As distrações são terríveis, pois elas comprometem o seu foco. E uma vez que perdemos o foco, o cérebro pode demorar muito mais se concentrar de forma objetiva outra vez.

Por isso mesmo, mantenha-se concentrado em suas atividades. Desligue o seu celular, escolha um lugar da casa que seja mais silencioso, avise as pessoas que moram com você sobre a sua rotina de estudos e mantenha o foco.

4. Simplifique as suas anotações

Não copie todas as informações, mas sim as mais importantes. Faça esquemas, para memorizar apenas o necessário para o seu aprendizado. Você terá muito mais informações internalizadas, com muito mais velocidade.

Tenha em mente que o nosso cérebro possui um grande poder de memória e armazenamento. No entanto, nem sempre conseguimos aproveitar esse poder ao máximo.

Especialmente quando temos uma vida agitada, o cérebro começa a priorizar informações. Por isso esquecemos mais facilmente coisas das quais não precisamos ou que não serão muito úteis.

Por exemplo…

Você vai lembrar mais facilmente o nome do seu chefe do que o nome de um colega de trabalho com o qual você não se relaciona direito – mesmo que você só veja o seu chefe alguns dias na semana.

Assim, na hora de estudar, para aprender rápido de verdade, anote apenas as informações mais relevantes. De preferência faça esquemas, listando apenas as palavras-chave, frases principais, conceitos mais importantes.

Uma ótima forma de anotação sintetizada são os mapas mentais. Eu criei um curso grátis de mapas mentais para ajudar você a fazer isso, confira aqui.

Dessa forma o seu cérebro poderá focar nas informações que devem ser processadas. A vantagem dos esquemas é que eles ajudam na formação de novas conexões neurais. Isso significa que você estará aprendendo mais rápido e melhor.

5. Use mais os seus sentidos para aprender

Para aprender rápido é fundamental explorar todos os seus sentidos e não apenas a sua visão. Quando estamos estudando em uma sala de aula, vemos e ouvimos o tempo todo.

Vemos o que está sendo escrito no quadro ou apresentado em uma tela. Da mesma forma, ouvimos a explicação do professor ou o som que vem do computador. Estamos sempre usando mais de um sentido durante os estudos.

Mas a visão e a audição não são todos os sentidos disponíveis. Também é possível usar a nossa fala, de forma a melhorar ainda mais a nossa capacidade de compreensão. Vale a pena experimentar isso na prática.

Depois de estudar um pouco, feche o seu livro, o seu computador, o seu tablet ou qualquer outro meio que esteja sendo utilizado. Busque repetir em voz alta aquilo que foi estudado, de maneira simples e objetiva.

Faça um esforço para se lembrar de todo o conteúdo, passo a passo. Essa é uma atividade muito interessante, pois permite o uso não apenas da nossa fala, mas também da nossa imaginação.

É possível aprender rápido e aprender com qualidade?

Acima você conferiu diversas dicas para aprender rápido. Mas será que é realmente possível aprender de forma rápida sem perder a qualidade? Um dos medos dos alunos é justamente o de não conseguir aprender da forma adequada.

Tenha em mente que, por mais que você implemente as estratégias que listamos, o seu cérebro ainda vai levar algum tempo para aprender tudo.

Uma coisa é aprender de forma rápida. Outra coisa bem diferente é aprender na velocidade da luz.

Por isso mesmo, é importante que você tenha em mente quais são os seus objetivos e defina prioridades para o seu dia a dia. Só assim você será capaz de estudar todo o conteúdo dentro do tempo certo e com qualidade

A importância de organizar o seu dia a dia de estudos

E por falar em aprender rápido, aqui vai uma dica extra para acelerar o seu aprendizado.

Organize o seu dia a dia de estudos, definindo o que será estudado, quando será estudado e de que forma.

Muitos alunos que reclamam da falta de tempo para estudar estão estudando da forma errada.

E sem tempo para se dedicar, você não será capaz de atingir os seus objetivos. É crucial manter o controle e ter bastante disciplina.

Por exemplo…

Se você vai estudar de segunda a sexta-feira, vale a pena determinar o que será estudado em cada dia da semana. Defina também o horário de estudo e quanto tempo será dedicado à leitura do conteúdo.

Conclusão

Nesse guia mostramos que é possível sim aprender rápido.

Passamos algumas das dicas mais poderosas para conseguir estudar com muita velocidade no dia a dia. São estratégias que funcionam de verdade e que vão te ajudar nos estudos.

Comece agora mesmo a organizar os seus estudos. Use mais a sua memória, faça exercícios e atividades práticas, mantenha a sua concentração, use todos os seus sentidos e foque no que realmente importa.

Com todas essas estratégias você será capaz de atingir resultados incríveis. Quem consegue aprender rápido sai na frente. E quem sai na frente consegue se destacar no meio da multidão.

Graduado em História e Mestre em Educação pela UFMS. Aqui no Projeto Estudar e Aprender compartilho artigos baseados em minhas pesquisas teóricas na área da educação, tecnologia educacional, neurociência e psicologia da aprendizagem. Saiba mais aqui