Como passar em provas e concursos: 7 Dicas do William Douglas

2 Comentários

Você conhece o Prof. William Douglas? Se sim, você sabe que ele é autor do famoso livro Como Passar em Provas e Concursos. Além de Professor o William também é escritor com vários livros sobre a temática sucesso, concursos, produtividade, etc.

Nesse artigo eu separei 7 dicas essenciais do William Douglas para que você passar em provas e concursos.

Inclui junto algumas maneiras de você colocar em prática as dicas, para você começar hoje mesmo a estudar e aprender com eficácia e conquistar sua aprovação.

Todas as dicas que você vai ler aqui foram extraídas do livro Como Passar em Provas e Concursos do Professor William Douglas, para conhecer mais sobre as obras do William Douglas Clique aqui.

Boa leitura…

Uma breve biografia do William Douglas.

William Douglas é formado em direito pela Universidade Federal Fluminense, mestre em Direito pela Universidade Gama Filho, professor universitário e também escritor.

Possui larga experiência na realização de provas e concursos públicos sendo:

  • 1º colocado no Concurso Público para Juiz de Direito/RJ.
  • 1º colocado no Concurso Público para Defensor Público/RJ.
  • 1º colocado no Concurso Público para Delegado de Polícia/RJ.
  • Entre outros…

Com certeza uma grande fonte de inspiração e ensinamento para diversos concurseiros e também quem está iniciando nos estudos agora.

Fonte da biografia: Site William Douglas

Bem, agora vamos as dicas do Prof. William Douglas para você conquistar a aprovação em provas e concursos.

Dica #01 – Saber fazer provas é diferente de saber a matéria.

 

O Prof. William Douglas alerta para um dos maiores problemas que um estudante pode cometer ao iniciar seus estudos para concursos. De acordo com ele:

“Uma coisa é saber a matéria, outra coisa é saber usá-la; uma coisa é saber a resposta, outra coisa é saber comunica-la”

Ficar apenas estudando teorias, ou lendo matérias não irá resolver seu problema quando o assunto é prova ou concurso. É preciso praticar.

Existem pessoas que sabem muito de um assunto, mas saem mal em provas justamente por não aprenderem como realizar uma prova com eficácia. Por isso atente-se para a prática de atividades.

Dica prática para saber fazer provas

Uma dica que posso dar a você e que irá ajudar muito resolver esse problema é responder muitas provas antigas dos concursos ou bancas que você escolher.

Com o tempo sua habilidade em responder questões melhora mais e mais, e você ultrapassa o conhecimento da matéria e passa a fazer provas com eficácia.

Dica #02 – Concurso não se faz para passar, mas até passar.

Essa com certeza é uma das frases mais conhecidas do William como ele mesmo escreveu:

“Essa é a regra de ouro do candidato. Não defina prazos: estabeleça um objetivo e tenha persistência necessária para alcançá-lo. “

Logo depois ele conclui:

“Você pode acumular concursos em que não passou, mas bastará uma aprovação para ‘resolver’ o problema”

Ao invés de ficar ansioso para passar no concurso logo, tenha em mente seus objetivos, e mantenha a persistência é isso que fará o diferencial na sua aprovação.

Dica prática para fazer concursos até passar

Ao invés de ficar pensando em passar logo no concurso, estabeleça um objetivo e permaneça firme nesse objetivo até conquistar sua aprovação.

Se você ainda não estabeleceu um objetivo saiba que isso é primordial. Faça a leitura do guia completo de como estudar para concursos aqui.

Esse guia ajudará você a dar o passo inicial para sua aprovação e estabelecer corretamente seus objetivos.

Dica #03 – Aumente sua inteligência para passar em provas e concursos

“Inteligência é a capacidade de adaptação. Inteligência é a capacidade de buscar felicidade.”

Se você pensa que é incapaz ou que não tem inteligência, você está errado. Todos temos capacidade e inteligência para passar em provas e concursos.

Você tem a capacidade necessária para começar a estudar e aprender, o que é preciso fazer é apenas dar o primeiro passo e estudar mais e com isso aumentar sua inteligência.

Aprovação em provas e concursos tem mais a ver com a disciplina e a determinação de estudar todos os dias do que com inteligência. Existem pessoas muito inteligentes que sempre saem mal em provas, enquanto outros com persistência conquistam a aprovação.

Além disso…

Cada pessoa tem seu tipo de inteligência, o que o Psicólogo Howard Gardner chama de inteligências múltiplas. Você precisa descobrir qual seu tipo de inteligência e sua melhor forma de aprender.

Dica prática para desenvolver sua inteligência.

Recomendo que você procure fazer o teste de múltiplas inteligências do Dr. Gardner para descobrir qual sua melhor maneira de aprender.

Isso ajudará você estudar com mais animo e qualidade, além de facilitar seu aprendizado para desenvolver ainda mais sua inteligência.

Dica #04 – Estude menos e aprenda mais.

“Estudar muito não é uma questão de número de horas, mas de número de horas realmente aproveitadas. “

Eu vejo muitos estudantes que acham que suas horas de estudo não são suficientes. Querem sempre estudar mais e mais, até então sem problemas.

A questão é quando o estudante se preocupa mais com o tempo de estudo do que com a qualidade do aprendizado.

Não adianta nada você passar 5 ou 6 horas estudando direto e ter um aproveitamento de 40% do que está estudando. Um mesmo estudante que estudou apenas 2 Horas, mas que teve um aproveitamento de 100% se sairá muito melhor na prova.

Isso se chama produtividade. Para você entender melhor, o site conceito.de tem uma definição bem interessante de produtividade:

“Associa-se a produtividade à eficiência e ao tempo: quanto menor for o tempo levado para obter o resultado pretendido, mais produtivo será o sistema. “

Portanto…

Não fique preocupado se você tem apenas 2 horas para estudar por dia, se estiver estudando com produtividade, seus resultados serão excelentes.

Dica prática para estudar menos e aprender mais.

O William Douglas escreveu que:

“A partir da consciência própria do que está acontecendo, será possível corrigir nossa concentração e nossa qualidade de estudo para aproveitarmos cada minuto, e, se possível, multiplicarmos nosso desempenho. Isso é ser inteligente”

Portanto…

Você deve estar atento a qualidade da sua concentração. Uma dica bem legal é você ter um diário de concentração, você anota ali qual sua nota para a concentração no dia, pode ser de 0 a 10.

Cada dia você fica atento, com essa prática constante de olhar a si mesmo, você perceberá que sua concentração melhorará gradativamente.

Dica #05 – Pense como o Examinador da Prova ou Concurso

Para o William esse é o caminho mais seguro para alcançar a resposta correta, como ele mesmo escreveu:

“O examinador raciocina com princípios, que é a melhor forma de raciocinar. Só que você não precisa de décadas de experiência para pensar ao menos parecido com ele. Basta pensar com os mesmos instrumentos. Esses instrumentos são os princípios. “

Nesse caso específico o William está tratando de provas jurídicas, mas esses mesmo raciocino serve para outras provas ou concursos.

Procure entender qual são os instrumentos usados pelo examinador, como fazer isso? Procurando entender as questões das provas anteriores.

De que maneira são elaboradas? O que os examinadores buscam? Essas perguntas ajudarão você a entender melhor os examinadores.

Dica prática para pensar como um examinador

Uma dica bem legal para ajudar você é realizar várias questões da banca que você está estudando. Isso ajudará você a compreender melhor o que os examinadores buscam.

Como um material de suporte vou deixar um vídeo a explicação completa dos Professores Márcio Cavalcante (Dizer o Direito) e Gerson Aragão (Método de Aprovação), sobre pensar como os examinadores.

 

Dica #06 – Pense alto ao fazer provas e concursos!

“É bastante conhecido o pensamento de que deve-se atirar nas estrelas para, ao menos, acertar-se a lua. Pense alto! ”

Uma das piores mentalidades que um concurseiro ou estudante pode ter é a tentar fazer uma prova para atingir somente a média para passar.

Imagine o seguinte…

Digamos que uma prova exija nota 6 para a aprovação, então você coloca isso como meta.

Seu cérebro passará a criar recursos para que você estude no máximo para tirar nota 6. Como o cérebro procura sempre conforto, pode até fazer com que você procrastine e estude bem menos do que deveria.

Com isso é bem provável que você tire entre uma nota 4 ou 5.

Agora se você estabelece como meta tirar nota 10 que é o máximo, então você irá se dedicar ao máximo e com isso é bem provável que tire entre 8 ou 9, o que é bem melhor do que apenas 6.

Entendeu?

Quando você estabelece objetivos e metas altas você dedica-se mais aos estudos e com isso seus resultados são melhores.

Como o próprio William Douglas escreveu:

“Se quero 5, qualquer falha que ocorra me colocará abaixo da linha de aprovação, ao passo que se trabalhar pelo dez, ainda que não consiga esta nota, estarei bem acima do mínimo para passar”

Dica prática para pensar alto em provas e concursos.

Uma dica bem simples para você conseguir isso é escrevendo seus objetivos e deixando eles bem à vista.

Quando você faz isso você lembra constantemente do desafio que você propôs a si mesmo e com isso mantem o empenho para conseguir o melhor resultado possível.

Mantenha também um diário de qualidade dos estudos, escreva como estava seu nível de energia e a qualidade do estudo e procure sempre melhorar a cada novo dia.

Dica #07 – Você não tem só que acertar nas provas ou concursos.

“Não tenha medo de errar. É preciso olhar a vitória com a penitência do derrotado e a derrota, se digna, com o orgulho do vitorioso. ”

É lógico que a grande maioria das pessoas quer vencer sempre, o problema com a mentalidade de apenas vencer é que você acaba desenvolvendo ansiedade.

Isso mesmo…

O medo de fracassar faz com que você fique ansioso pelo dia da prova, o que gera uma auto sabotagem, pois o medo paralisa as pessoas.

É importante você mudar essa visão de vencer sempre. De acordo com o William:

“Você não tem só que acertar. Você também tem que errar, mesmo que apenas algumas vezes. Ninguém vence todas ou acerta sempre. É raríssimo o acerto sem que antes dele existam erros no processo de aprendizado”

Ninguém aqui está dizendo para você se acomodar ou estudar menos. É apenas para você entender que mesmo se preparando algumas vezes terão erros, e você precisa já estar preparado para isso.

Dica prática para ter uma mentalidade de aprovação

As vezes fazer uma prova parece ser algo do tudo ou nada e você deve evitar esse tipo de pensamento.

Passe a pensar em cada prova ou concurso que você fizer como um teste, de o seu melhor, mas se você não conseguir a aprovação não deixe que isso paralise você.

É obvio que sempre nos chateamos quando algo não dá certo, mas você deve evitar o sentimento de paralisa e medo, é isso que faz com que muitos candidatos desistam.

Saiba que sempre existirão provas ou concursos novos e que cada reprovação fortalece você para a próxima prova.

Concluindo…

Espero que essas dicas do Professor William Douglas, ajudem você a melhorar seu aprendizado e deixe você mais próximo de conquistar a aprovação em sua próxima prova ou concurso.

É obvio que aqui estão apenas algumas dicas do William Douglas, ele tem muitas outras no seu livro Como passar em provas e concursos. Caso tenha interesse você pode conhecer essa e as obras do William clicando aqui.

Próximos passos

1 – Escreva todas essas dicas no seu mural de estudos ou imprima as imagens, isso vai ajudar você a manter-se motivado para estudar.

2 – Coloque em prática as dicas e anote os resultados obtidos

3 – Deixe um comentário contando o que você achou das dicas ou compartilhando alguma dica extra 🙂

Ah! Se você gostou das dicas do William Douglas, clique em baixo e compartilhe com um amigo, ele também poderá gostar.

E-mail:
Escrito por
Professor, empreendedor & escritor. Especialista em aprendizagem. Atualmente dedicado ao site Estudar e Aprender.
  • Isabella Nathane

    Muito bom o artigo, principalmente a dica de número 4.

  • Olá Isabella,

    Obrigado pelo comentário. Que bom que gostou do artigo, com certeza a dica 4 é uma das mais importantes. Abraços e bons estudos.